quinta-feira, 5 de março de 2015

Semana Nacional da Cáritas


Peditório público a favor da Cáritas

Começa dia 1 de março, a Semana Nacional Cáritas, com o tema: “Num só coração, uma só família humana”. A Cáritas Portuguesa pretende, desta forma, chamar a atenção para todas as questões relacionadas com a Família. Tendo em vista, não só o Sínodo Ordinário dos bispos de 2015 sobre o tema da família “Os desafios pastorais sobre a família em contexto de evangelização”, mas também outras razões como é a campanha internacional “Uma Só Família Humana, Alimento para Todos” que termina em maio de 2015.
Este gesto público é de uma importância fulcral para a Cáritas, em Portugal, já que reverte a favor dos diferentes projetos sociais concretizados em cada uma das Cáritas Diocesanas do país. Para que o Peditório aconteça, milhares de voluntários saem à rua, apelando à generosidade e à partilha. Para a Cáritas este é um gesto de solidariedade e de corresponsabilidade e por isso “o nosso apelo é para que todos os cidadãos se sintam, por um lado, parte do problema e, por outro, comprometidos na procura de soluções que façam frente às verdadeiras causas da pobreza em Portugal”, afirma Eugénio Fonseca.
A nível local, a Cáritas Diocesana de Leiria-Fátima tem procurado responder às necessidades das famílias, através do atendimento social, onde em 2014, foram realizados 1.491 atendimentos, sendo 1.003 no atendimento social e 488 na loja solidária, tendo sido beneficiadas 484 famílias, num total de 1.272 pessoas. Na área da educação, destacamos o projeto Explica-me, promovido pela Cáritas Jovem, desta Cáritas Diocesana, onde 16 adolescentes estão a receber apoio ao estudo de 10 explicadores. A Colónia Balnear, que se desenrola na Praia do Pedrogão, recebeu 290 crianças/adolescentes, onde podemos contar com a participação de 46 jovens voluntários.
O peditório público, na diocese de Leiria-Fátima, contará com cerca de 250 voluntários, que irá decorrer na cidade de Leiria, em Fátima, Ourém, Batalha e Porto de Mós.

Todos os nossos voluntários, encontram-se devidamente identificados.

Sem comentários:

Enviar um comentário